NOTÍCIAS DA LUSOFONIA

sexta-feira, 21 de maio de 2010

MENSAGEM DO DR. ROBERTO PEREIRA (FILHO DE NILO PEREIRA)

É COM MUITO ORGULHO QUE TRANSCREVO ESTA MENSAGEM DO "DR. ROBERTO PEREIRA", FILHO DE NILO PEREIRA (FIGURA HISTÓRICA CEARAMIRINENSE), QUE ENVIOU-ME, COMENTANDO SOBRE O MEU POEMA "Ano Internacional da Biodiversidade".




O COMENTÁRIO É O SEGUINTE:





Ceicinha,




Acabo de ler o seu denso e intenso poema sobre o Ano Internacional da Biodiversidade, importante mensagem que você leva aos habitantes deste planeta em defesa da natureza, exaltando as iniciativas tomadas, exortando-nos a nos conscientizar para essa conduta de cumplicidade com o natural que está à nossa volta, com Portugal, a nossa segunda Pátria, com cada pedaço de mundo digo eu num testemunho talvez pobre, talvez desvalido, mas sensível à causa, às coisas do meio ambiente aqui trazidas por esse seu belo e oportuno poema. Parabéns! 










Roberto Pereira






Filho de Nilo Pereira, 






do Ceará Mirim por adoção 






e por herança paterna.













MEU POEMA...








MEUS AGRADECIMENTOS...

Caro Dr. Roberto,

Confesso que ao ler sua mensagem, senti um turbilhão de emoções, diante de tão ternas palavras!
Sinto-me lisonjeada, pois tudo o que estou a conquistar (mesmo com erros e derrotas) foi com muito empenho, dedicação e persistência. Estou adquirindo um grande conhecimento através das boas amizades dos meus conterrâneos ilustres. Isto é muita sorte!

Muito obrigada e um grande abraço de uma cearamirinense, que ver seus dias passarem em terras de Fernando Pessoa e gosta de contá-los.
Ceicinha Câmara 

CONHEÇA UM POUCO SOBRE... 

"NILO PEREIRA"

Historiador, escritor e político, Nilo Pereira nasceu em 1910, em Ceará-Mirim, Rio Grande do Norte, tendo fixado residência no Recife em 1931. Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife, atuou na imprensa pernambucana, foi diretor da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Pernambuco e pesquisador e dirigente da Fundação Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais. 

Como político, foi secretário de Estado e deputado estadual por várias legislaturas. Além de historiador, foi poeta e ficcionista, membro da Academia Pernambucana de Letras. Sua obra é composta por mais de quarenta livros publicados, entre os quais: "Dom Vital e a Questão Religiosa no Brasil", "Pernambucanidade", "Faculdade de Direito do Recife", "Ensaios de História Regional" e "Conflito Entre o Estado e a Igreja no Brasil".





Lúcia Helena Pereira disse...




Ceicinha:

Tudo que se disser ou fizer para a preservação da memória de Nilo Pereira, sempre terá o cunho de justa homenagem, ao maior cronista literário do Brasil.
Correspondi-me com Nilo durante 34 anos. Seus filhos: Roberto e Geraldo (meus primos), herdaram o talento epistolar do querido pai.

Beijos, querida!

Lúcia Helena Pereira
Escritora e poeta cearamirinense

2 comentários:

  1. Lucia Helena Pereira20 de maio de 2010 20:20

    Ceicinha:

    Tudo que se disser ou fizer para a preservação da memória de Nilo Pereira, sempre terá o cunho de justa homenagem, ao maior cronista literário do Brasil.
    Correspondi-me com Nilo durante 34 anos. Seus filhos: Roberto e Geraldo (meus primos), herdaram o talento epistolar do querido pai.

    Beijos, querida!


    Lúcia Helena Pereira

    ResponderExcluir
  2. oi amiga....
    te desejo felicidades e muita energia positiva em cada dia do seu caminhar ...

    abraço

    Edinete

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo!