NOTÍCIAS DA LUSOFONIA

quarta-feira, 30 de junho de 2010

MENSAGEM DO CONTERRÂNEO "DR. JANSEN LEIROS"

Ceicinha, quando escrevo poemas, sou levado pela intuição. Sinto o impulso e os faço, "à pena solta". É um processo parecido com a empatia. Espiritualmente eu me defronto com a pessoa a quem devo enviar a mensagem que será produzida. Você, foi merecedora. Deus lhe abençoe, também. Fraternalmente, Jansen (dos) Leiros.

A vida é, sim, uma mestra,
nos ensinando a viver!
 Amando as nossas raízes,
 aprendendo a crescer.
 Raízes são como essências,
 que dão suporte aos resgates,
 d'histórias que nos enlevam,
 e "estórias" que não contastes.
 O ontem que já se foi,
 nos acena do passado,
 das relembranças daquilo,
 que não fora planejado.
 Uma lição primorosa,
que nos leva a superar,
 todo o mal que nos fizeram
 conjugando o verbo AMAR.
 Ai, então, nós crescemos,
 por dentro e fora, também,
 projetando em nossas almas,
 a LUZ que o CRISTO contém.
 Ceicinha, o seu poetar,
É fruto do coração,
 que ama intensamente,
 do entorno à imensidão.

 Jansen (dos) Leiros

**********

FIZ UM POEMA
E DEDIQUEI À LÚCIA HELENA
VEJA NESTE LINK:

E O DR. JANSEN LEIROS PEDE-ME:

"POR GENTILEZA , PARA ENCAMINHAMENTO
à LUCIA HELENA"‏

Lucia Helena,
tu que sonhas,
o vale verde d!outrora,
que sonhas lindas auroras,
tens limites infinitos.

Tu que superas conflitos,
que também sonhas harmonias,
que afugentas afazias,
tens a aura das vestais.

Dos verdes canaviais,
do VERDE "Garcia Lorca"
tenho certeza não trocas
o belo azul da "Nascença"

 E hoje eu sei, não compensa,
impor ao povo cultura,
pois, nem vindo das alturas,
Bom poeta, nasce e faz!
Na vida, o que é capaz.
traduzindo em sentimento
metrifica num momento,
e rima pedindo PAZ!
E assim, oh Lucia Helena
Ceicinha que lhe quer bem
formata no seu poema
o "AMOR" que nele contém.

Estimo revêr essa amiga e co-conterrânea.

Jansen Leiros

E LÚCIA HELENA AGRADECE!
VEJA NESTE LINK:
http://outraseoutras.blogspot.com/2010/06/no-wwwnlusofoniablogspotcom-vamos.html


SILVINO POTÊNCIO, PORTUGUÊS RADICADO EM NATAL/RN, ENVIA-ME...

Caravelas minha aldeia!,...



Caravelas minha aldeia!,...
- encostada ao pé da serra;
O teu nome em mim semeia,
- saudades da minha terra!



Quando posso a ti regresso,...
- feliz a pular de contente;
Por ti, a Deus, eu sempre peço
- e também por toda a gente!

***************





Monsanto tão altaneira!...



Monsanto tão altaneira!...
- sempre a olhar o horizonte;
Os mouros te desejaram inteira...
Mas só Portugal te sagrou o monte!
- Dali tu vês o Almurtão,
Da Santa que te protege...
O nome desta Nação, que, sem ti ... fica erege!



Silvino Potencio




A pedido de Dione Melo - Promoteur, aqui divulgo o Aniversário de Lúcia Helena

Atenção, atenção!!


Próxima edição do Baile CHAMPAGNE -
Um Brinde à Dança!



Sexta-feira: 09/JULHO/2010.



Presença já confirmada, que muito nos honra:
a Poetisa das Flores,
Lúcia Helena Pereira,
em dia especial; a data do seu natalício.


Além da maravilhosa
Orquestra Don Cardoso e Seus Metais,
as românticas canções italianas na voz de
Paolo Fiore .



Participe!
Leve familiares e amigos,
faça novas e maravilhosa amizades!



Permita-se desfrutar de momentos muito agradáveis.



Temos serviço de bar, com deliciosos petiscos.



Para as moçoilas desacompanhadas
contamos com a participação de gentis dançarinos.



ÁTRIOS RECEPÇÕES
(CANDELÁRIA)
- 20 HORAS -
SENHAS: R$25,00
 SÃO BRAZ COFFEE SHOP (MIDWAY MALL)











SARAU NA ALIANÇA FRANCESA DE NATAL/RN-BRASIL

HOJE HÁ SARAU NA
ALIANÇA FRANCESA DE NATAL
RIO GRANDE DO NORTE


À PARTIR DAS 19 HORAS
NA RUA POTENGI
BAIRRO: PETRÓPOLES

terça-feira, 29 de junho de 2010

Conterrâneo "ADEMAR MACEDO" e suas "MENSAGENS POÉTICAS"

 Trova do Dia: 


Eis que uma estrela me brinda
passando em frente à janela;
mas... se nem é noite ainda...
Meu Deus! Então era ela!

(José Ouverney/SP)

***************
 Trova Potiguar:

Quero em teu gesto inspirar-me,
fazer versos com destreza
e, desprendido, banhar-me
no vasto mar da pureza.

(Gonzaga da Silva/RN)

******************
 Uma Trova Premiada:
2009 - Nova Friburgo/RJ
Tema  SAUDADE - 1º Lugar
Escrito de próprio punho,
mas na gaveta guardado,
o meu amor é um rascunho
que nunca foi publicado.

(Sérgio Ferreira da Silva/SP)

*************

 Uma Poesia Livre:

QUERO GRITAR O MEU GRITO.
Lúcia Helena Pereira/RN

Um grito dilacerado, torturado, atormentado
Entre brancos e perfumados lençóis
De uma volúpia vermelha, cor de fogo.


Quero gritar o meu grito mais intenso e forte
E que seja ouvido e amado através das planícies esquecidas,
Dos rios de todos os lugares,
Como um grito que pede socorro!


Ah! Esse grito que trago n´alma, hoje,
Vem de uma canção longínqua,
Talvez da música das esferas, em noites de luares.

Quero gritar o meu grito de pássaro ferido
Deixar voarem as minhas penas todas
E colher flores nas pedras de montes azuis, aveludados,
Chorar e refulgir como luz de vaga-lume.


Ah! Deus, meu grito estronda e desperta o rebanho,
O gado foge, os carneirinhos pulam,
As borboletas sobrevoam com a música de suas asas...

Quero um grito de felicidade extrapolando do peito,
Abrir os olhos, morder os lábios e sentir todo o calor daquelas mãos,
Como labaredas crepitando sobre o meu corpo branco e macio
Largado num chão de luz e orgasmo de flores!

******************
 Uma Trova de Ademar:

Hoje eu culpo a mocidade
que ao encher-me de alegrias,
deu-me um cofre de saudade
e um milhão de fantasias!...

(Ademar Macedo/RN)

*************
...E Suas Trovas Ficaram:

Quero falar... retrocedo...
pois tenho um pavor medonho,
de que ao contar meu segredo
você destrua meu sonho...

(Luiz Otávio /RJ)

***************** 
 Estrofe do Dia: 

Como músico compus hinos singelos
sobre o palco das belas alvoradas,
pintei príncipes dourados e fiz fadas
passeando em varandas de castelos,
terminei, fui olhar os quadros belos,
fitei todos os perfis esculturais,
as imagens ficaram tão reais
que eu mandei uma andar e ela andou,
sou o músico e poeta que pintou
o mais belo dos quadros naturais.

(Diniz Vitorino/PB)
+++ Homenagem póstuma!

****************
 Soneto do Dia: 

SILÊNCIO EM CASA.
José Antonio Jacob/MG

Quando eu a beijava timidamente
Ela fremia o rosto, emocionada,
E dizia uma frase delicada
Para o nosso namoro adolescente.



Depois o nosso amor ficou frequente
E ela, com a voz ávida e molhada,
Falava-me em dialeto diferente
Malícias de mulher apaixonada.



Um dia veio um tempo de descrença,
Deixando em nossa casa a indiferença,
E o amor não teve mais razão de ser...



Restou-nos um silêncio reticente...
E sempre que nos vemos frente a frente
Não temos nada mais a nos dizer.

***************

SOBRE ADEMAR MACEDO...

Ademar Macedo
[Cônsul - Santana do Matos-RN]

biografia:

Ademar Macedo, nasceu no dia 10 de setembro de 1951 no sítio Oscar Nelson, no município de Santana do Matos-Rio Grande do Norte/BRASIL. Estudou interno no ginásio agrícola de Ceará - Mirim até 1968, e fez o científico no Instituto Padre Miguelinho. Entrou para o Corpo de Fuzileiros em 1970 ficando lá até 1981 quando sofreu um acidente, perdendo uma perna, é hoje portanto um fuzileiro Naval reformado. Depois deste acidente começou a se interessar por poesias, escreveu o livro: ... E DA DOR SE FEZ POESIA. [Três edições Já esgotadas]. É Membro da SPVA do R.G. do Norte e da SPVA de Minas Gerais. É membro da Academia de Trovas do R.G. do Norte [ATRN] e da União Brasileira de Trovadores [UBT-RN], Tendo classificado várias Trovas em concursos Nacionais. Gravou dois CDs: 'NA CADÊNCIA DA POESIA e 'O POETA E A RAPOSA'. Recentemente lançou um Livro de Trovas intitulado:



'POESIAS EM QUATRO VERSOS' e tem um Livro pronto :



'...E DA POESIA SE FEZ VIDA.'

poetaademar@yahoo.com.br 




















Transcrevo estes lindos poemas do Dr. Carlos Morais.

TEJO, SONHO LÍQUIDO
CARLOS MORAIS DOS SANTOS

São os sonhos da lonjura
São velas brancas a deslizar
É a esperança da aventura
Que ali se está a sonhar



São as minhas nostalgias do passado
As doces loucuras ainda a navegar
Num rio de vida já só iluminado
Por este sol de Inverno… a acabar



É o tempo, sem tempo
A correr para o mar
É a alma de um povo
Que ali vai a velejar
É o sangue da cidade
Que continua a palpitar…

É o Tejo, é o Tejo
Que da minha janela eu vejo
É o Tejo. É o Tejo
Que eu amo e que invejo



Porque ele sonha e alcança
As lonjuras da esperança
Porque ele percorre o tempo
Sem um choro ou um lamento.

E ali está todo a animar
Com velas brancas a deslizar !



E continua a sonhar
E continua à procura
Desses sonhos de lonjura
Que o levam até ao mar !

************************

QUANDO AS FLORES TAMBÉM MORREM 
Carlos Morais dos Santos

Onde as flores tambem morrem
Onde os ventos são de morte
E as crianças deixam de ser esperança
E os jardins já não florescem


Onde os homens se dilaceram
Onde os ódios matam sorrindo
E a ganância substitui o amor
E o amor morre ao florir


Onde a crueldade tem rosto fino
Onde a violência oferece pão duro
E a fome é arma maior, definitiva
E as mães choram os seus filhos


Onde os fracos já não têm lugar
Onde os poderosos se vestem de arcanjos
E o apocalipse é circo – espectáculo
E as bombas anunciam novo Éden


Onde a terra é fertilizada com sangue
Onde o “progresso e liberdade” são mercadoria
E o inferno de destruição e morte são tributo
E os filhos da civilização mátria pagam vassalagem


Ali, onde os jardins suspensos da Babilónia
Outrora ensinaram a vida e a beleza
Ali, onde as crianças sonham com o ventre materno
Os homens caem moribundos, as flores tambem morrem.

***********************************

O TEMPO E O VENTO
Carlos Morais dos Santos



O tempo corre lento
Na vida em desalento
O tempo escapa-se veloz
Quando a vida é feroz



O tempo em contratempo
É um tempo sem sentido
O tempo é como o vento
Não tem destino definido



O tempo pode ser lamento
Ou uma razão de alento
Como o vento pode cantar
Ou também pode chorar



O tempo pode ser de amor
E também pode ser de sofrer
O tempo pode parar
O vento… tem de correr
O tempo pode não ensinar
O vento…está sempre a aprender
O tempo tem sempre idade



O vento…é só LIBERDADE !
Dr. Carlos Morais
Cônsul (Lisboa) Poetas Del Mundo
Prof.Univ. (apos.), Escritor, Poeta, Fotógrafo
Administrador/Editor (Portugal-Lisboa)
do blog:

segunda-feira, 28 de junho de 2010

CENTRO MUNICIPAL DE ARTES INTEGRADAS REALIZA A I SEMANA DAS ARTES INTEGRADAS

ARTES INTEGRADAS

Durante três dias serão realizadas
oficinas de música, dança e teatro
encerrando com a VII edição do
projeto sexta das artes

Criando uma nova proposta de aprendizado na área das artes através das oficinas, o Centro Municipal de Artes Integradas (CMAI), vinculado à Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) realiza entre os dias 30 de junho e 2 de julho, a I Semana das Artes Integradas. O projeto visa dinamizar o conhecimento cultural através das atividades desenvolvidas no local. Durante o evento serão oferecidas gratuitamente oficinas de música, dança, teatro, capoeira, artes visuais e apresentações artísticas.
Na oportunidade serão oferecidas as seguintes oficinas: violão, cavaquinho, canto, canto coral, teclado, iniciação musical, baixo elétrico, guitarra, flauta, dança, capoeira, dobradura em papel, desenho e criatividade, introdução às artes visuais e teatro.
Durante a programação da I Semana das Artes Integradas acontecerá também a VII edição do projeto Sexta das Artes que conta com apresentações artísticas e exposições, difundindo as atividades desenvolvidas pelo CMAI, seus grupos, alunos, professores e convidados. O projeto, que acontece na última sexta-feira de cada mês, será realizado excepcionalmente na primeira sexta do mês de julho (02/07), em virtude da realização do Jogo do Brasil(25/06). O evento ocorre nos três turnos: manhã (9:00 às 11:30), tarde (15:00 às 17:30) e noite (19:30 às 21:00). O Sexta das Artes visa promover a convivência de diferentes linguagens artísticas, como a música, o teatro, a dança, as artes visuais e o cinema, num mesmo espaço alternativo valorizando a apresentação de artistas convidados e novos talentos. A direção do projeto é de Leandro Rocha, diretor do CMAI.
As inscrições para as oficinas acontecem entre os dias 28 e 29 de junho. O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas na sede do CMAI, localizado no Espaço Cultural Francisco das Chagas Bezerra de Araújo, rua João Medeiros Filho no Conjunto Panatis I.

SOBRE O CMAI
O CMAI é um projeto-escola, vinculado a Prefeitura do Natal através da Funcarte. Criado em agosto de 2005, oferece gratuitamente curso básico em artes para cerca de 400 estudantes. Atualmente são oferecidos 12 cursos, com duração de um ano, dividido em módulos semestrais nas áreas de dança, música e artes visuais. As inscrições para os cursos básicos acontecerão no período de 19 a 21 de julho de 2010 na secretaria do CMAI.

Programação
28 e 29/06 - Inscrições
30/06 - Oficinas
Canto, violão, cavaquinho, teclado, iniciação musical, canto coral, guitarra, baixo elétrico, dobradura (aviãozinho de papel), capoeira e teatro.
01/07 – Oficinas
Violão, flauta, introdução às artes visuais, percussão, canto, dança e teatro.
02/07 – Sexta das Artes
9:00 às 21:00hs. - Sexta das Artes
Apresentações de alunos e professores do CMAI, como o baixista Fontes, o guitarrista Alisson Brazuka, os violonistas Egberto Lucas e Maria de Lourdes, bem como, artistas convidados como as sopranos Ângela Maria e Agosto Varela, o pianista Edson Rufino, o percussionista Darlan Marley, o baixista Rone Santos e o Trio Embolado Instrumental.


SERVIÇO
I SEMANA DAS ARTES INTEGRADAS
O que? Oficinas e Mostra cultural
Quando: De 30 de junho à 02 de Julho
Horário: 9:00 - 21:00
Onde? No CMAI, localizado no Espaço Cultural Francisco das Chagas Bezerra de Araújo, rua João Medeiros Filho no Conjunto Panatis (Antiga Área de Lazer)
Quanto? Gratuito
Informações: 3232-8226.

FONTE DESTA NOTÍCIA:
http://vivicultura.blogspot.com/




domingo, 27 de junho de 2010

KARINA CAMPOS CONVIDA: "Produção de show - Cine Música Festival‏". MINAS GERAIS-BRASIL

Cine Música Festival


A Produtora e roteirista Cristiane Bahia, juntamente com Samuel Bahia convidam a todos para o Cine Música Festival, que acontecerá no próximo dia 30, quarta-feira, às 20h, no Teatro do Clube dos Oficiais - DI (bairro Prado).
O objetivo do show é arrecadar o valor necessário para que um curta-metragem possa ser produzido. Esse filme participa da Campanha em Defesa da Vida, desmotivando a prática do suicídio, que já é considerado assunto de saúde pública.
Vamos apoiar essa Campanha pela Vida, participando e divulgando o evento neste próximo dia 30/06.
Encontro todos vocês lá!



Contato:
Cristiane Bahia
3309-3617 / 8606-8815 (Vivo)



Abraço a todos e até lá!

Karina Campos






EM NOME DA DEMOCRACIA "Irene Pessôa de Lima Câmara"

De Tese a uma Obra de Vulto - um Tratado.

"Em 30 de setembro de 1991, O presidente constitucionalmente eleito do Haiti, Jean-Bertrand Aristide, foi destituído por um golpe militar..."



E parte daqui toda uma referência da melhor observação do acontecimento que em si, segunda a autora, não chegava "a surpreender ou primar pelo seu ineditismo"...



De tese para uma Obra de vulto. A autora analisa o processo de multilaterização politico-institucional mais impressionante que eclodiu no Haiti.



A Ministra Irene Pessôa de Lima Câmara faz "um estudo de caso" do envolvimento da OEA, e no contexto são avaliadas as correntes de opiniões dos Estados americanos e as ações por eles tomadas no processo. Estuda os aspectos da legalidade que ampararam a ação e as razões do insucesso da missão interamericana. Livro recomendado. Em destaque na http://www.planetanews.com/



A autora desempenha atualmente suas funções como Cônsul-Geral Adjunta do Brasil em Lisboa.

sábado, 26 de junho de 2010

ALICE BRANDÃO, PREPARA COLETÂNIA DE ENGENHOS CEARAMIRINENSES

EM BREVE, ATRAVÉS DO HISTORIADOR GIBSOM MACHADO",  A ARTISTA PLÁSTICA "ALICE BRANDÃO" FARÁ UMA EXPOSIÇÃO EM SUA TERRA NATAL, CEARÁ-MIRIM, RIO GRANDE DO NORTE - BRASIL.

Artista Plástica "Alice Brandão"

SAIBA MAIS SOBRE ALICE NESTES LINKS:




O brasão da ACLA (ACADEMIA CEARAMIRINENSE DE LETRAS)

O brasão da ACLA
(ACADEMIA CEARAMIRINENSE DE LETRAS)
concebido por PEDRO SIMÕES NETO
e elaborado pelo artista gráfico
José Carlos dos Santos
talentoso e criativo artista.



A expressão latina no rodapé,
significa, numa tradução livre:

"Buscar o conhecimento

do berço ao túmulo".

Parabéns ao Pedro Simões,
por está grande iniciativa!

POESIA DA POTIGUAR: "Gilda Avelino"

GILDA AVELINO FAZ PARTE DA ACADEMIA DE LETRAS DO RIO GRANDE DO NORTE E DA AJEB/RN.


A Ribeira Antiga
Gilda Avelino



Ribeira
Vizinha do rio
Do mar
Do canto do Mangue.

Cenário, do Pôr do Sol
No Potengi
O cais
Com sua barcaças,
peixes e pescadores.

Ao alto, o farol
Majestoso.



Ribeira
com seus becos
esteritos,
seus bares,
sua boemia.
Ruas longas,
rua Chile
de Itajubá
o poeta.



Ribeira
onde o pecado
se confunde
a religiosidade.
E sinos tocando,
convidam
pra um encontro
com a fé.



O comércio ao centro,
prédios antigos,
fábricas com chaminés,
despejando fuligem.



Ribeira
com os seus bórdeis,
sua noites de amor
em território livres.
E das suas manhãs,
o nascer do sol,
beijando o mar.










sexta-feira, 25 de junho de 2010

LÚCIA HELENA "POETISA DAS FLORES" FAZ ANIVERSÁRIO NO NICK BUFFET, EM NATAL/RN-BRASIL

O ANIVERSÁRIO DA POETISA DAS FLORES, DIA 14 DE JULHO, EM NICK BUFFET DA HERMES DA FONSECA.

POETISA DAS FLORES
UM NOME QUE ME ENOBRECE E
ME FOI PRESENTEADO PELO DR. CARLOS MORAIS.
NESTA MONTAGEM, POR CEICINHA CÂMARA,
PREPARADA PARAO CONVITE DO MEU ANIVERSÁRIO,
EM 14-07-2010...


CONVITE


ESTAREI FESTEJANDO OS MEUS SESSENTA E CINCO ANOS
DIA 14 DE JULHO, A PARTIR DAS 17 HORAS.



SERÁ UM ANIVERSÁRIO DE ADESÃO,
JUNTANDO FAMILIARES E PESSOAS DO MEU AFETO.



DATA: 14 DE JULHO DE 2010
LOCAL: NICK BUFFET DA HERMES DA FONSECA



PRESENTE: ROUPAS E OUTRAS PEÇAS USADAS
PARA A COMUNIDADE DE MASSANGANA / RN



ENTRETENIMENTOS: CELEIRO DA MÚSICA TOCANDO
E CANTANDO COM PEDRO WILLIAM, JOÃO CEARÁ,
VERINHA, IVANA BEZERRA, IVANIZINHA,
ISA BRANDÃO, MARLENE SANTANA.



O AMOR FESTEJA A NOSSA JUVENTUDE D´ALMA!



AGUARDO SUA PRESENÇA.



LÚCIA HELENA

***********************************

PS: DIA 9 DE JULHO (O DIA MESMO EM QUE NASCI) SEREI HOMENAGEADA NO BAILE CHAMPGANE, NO ÁTRIOS RECEPÇÕES, PELA PSICÓLOGA E PROMOTEUR DIONE MELO.

***************************************